Como escrever um bom anúncio de emprego? [inclui infografia]

Anúncio de emprego

Para conseguir atrair os candidatos com o perfil pretendido e, assim, otimizar o processo de recrutamento, um anúncio de emprego deve ser apelativo, conciso e explicito.

Nele, deve transmitir uma mensagem positiva e atrativa, que crie impacto e desejo nos candidatos certos para que estes se visualizem a colaborar na empresa.

Um bom anúncio de emprego deverá focar os seguintes pontos:

1. Título

O título funciona como um cartão de visita. Deve ser apelativo, direto e descritivo.

Faça este exercício. Tente colocar-se na pele do candidato e perceber se se distingue de todos os outros anúncios, levando a que abra primeiro o seu.

Se possível, inclua sempre o logótipo da organização. A presença deste, passa uma imagem mais credível e permite aos candidatos reconhecer facilmente a empresa.

2. Apresentação da empresa

Faça uma breve descrição da empresa. De forma resumida, inclua informação sobre a área de negócio, conquistas e objetivos futuros.

Mostre porque a sua empresa é incrível e como são valorizados os colaboradores. Diga o que faz com que a sua empresa se distinga de todas as outras.

3. Perfil da função

Descreva o perfil da função, indicando quais são as principais funções e tarefas a desempenhar. O objetivo, sem ser muito exaustivo, é enquadrar o candidato nas competências exigidas para o cumprimento da função e dar a conhecer como será o ambiente de trabalho.

Neste ponto poderá, também, explicar a posição que esta função irá assumir na estrutura hierárquica da empresa e especificar a que departamento irá reportar diretamente.

4. Perfil do candidato

Descreva as qualificações e o número de anos de experiência necessários para desempenhar as funções. Sempre que possível, faça a distinção entre requisitos obrigatórios e preferenciais.

Igualmente importante, é destacar as competências interpessoais e as soft skills mais valorizadas pela cultura da organização. Atualmente, ser competente tecnicamente pode não ser o requisito número um para decidir entre vários candidatos.

5. Ofertas

Sempre que possível, mencione o que a sua empresa tem para oferecer. Como por exemplo, benefícios, progressão na carreira, seguro de saúde, bom ambiente de trabalho, entre outros.

6. Candidatura

Neste ponto, deve referir os passos para que a candidatura seja aceite. Se o currículo tem que seguir um determinado formato, com ou sem fotografia, se deve ser traduzido para uma língua estrangeira, e se deve ou não, ser acompanhado com uma carta de apresentação ou por uma carta de recomendação.

Refira, também, o endereço de email ou o link direto para onde devem ser submetidas as candidaturas.

Conclusão

Quem tem a função de fazer recrutamento, sabe que este processo tem um custo elevado para qualquer organização. Entre a redação do anúncio de emprego, gestão da sua publicação, recolha e análise de currículos, entrevistas pessoais, negociação e acolhimento, a integração de novos colaboradores é uma função a tempo inteiro.

Tendo isto em mente, facilmente percebemos que quanto mais ajustado for o anúncio de emprego, maior a probabilidade de o dirigir às pessoas certas e, assim, otimizar o processo de recrutamento e seleção de novos colaboradores.

 

Consulte outros artigos da especialista Isabel Valente no Jobinice.

Novas tendências no Recrutamento e Seleção para 2019: 4 exemplos

 

Artigos sugeridos

 

infografia

Isabel Valente

Com 8 anos de experiência na área de Recursos Humanos, gosta de pessoas e de trabalhar com as pessoas. Tem um enorme gosto pela gastronomia e adora o mar.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos