Comissões representam mais de 30% do negócio da banca

comissoes

As comissões pesam cada vez mais no negócio dos bancos nacionais. Estas representam já quase um terço daquele que é o produto do setor bancário, algo que não acontecia desde o final de 2013.

Os bancos estão a cobrar cada vez mais comissões aos seus clientes. Um rendimento que já representa um terço do produto bancário, o equivalente a quase um terço do negócio.

A informação é avançada pelo Jornal de Negócios esta quarta-feira, com base nos dados divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

Segundo o Negócios, as comissões — taxas cobradas pelas instituições financeiras — representam agora 32% do produto bancário, que totalizava 9.280 milhões de euros no final do ano passado.

Menos 807 trabalhadores nos grandes bancos nacionais

O setor bancário em Portugal

No decorrer do últimos 30 anos ocorreu uma diminuição da margem financeira do setor bancário, avança o relatório Séries Longas – Setor Bancário Português 1990-2018, divulgado pelo BdP.

Esta diminuição decorreu num contexto de redução significativa das taxas de juro e das margens de intermediação financeira, assim como de uma forte desaceleração do crédito.

Durante vários anos essa evolução foi sendo compensada por um aumento de outros ganhos, como as comissões, e uma redução de custos.

Outras notícias

 

Sara Gonçalves

Comunicadora por natureza, tem três grandes paixões: as pessoas, a escrita e a música. Motivada pela ânsia de aprender sempre mais, é uma pessoa de desafios e acredita muito no lado bom da vida.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos