4 Dicas para encontrar emprego nas redes sociais

emprego redes sociais

Atualmente, é cada vez mais comum os recrutadores consultarem as redes sociais de potenciais candidatos a vagas de emprego. É também normal que muitas pessoas, à procura de emprego, usem as redes, em busca da oportunidade perfeita.

Mas como exatamente, usar as redes sociais para encontrar emprego? Esta questão coloca-se sem contarmos com os empregos que nascem a partir da evolução do mundo digital. Como por exemplo, as funções que usam redes sociais como ferramentas de trabalho.

É a tendência do momento no que ao recrutamento diz respeito. Para saberes como construir uma presença online pode vir a atrair empresas e recrutadores, fica com as nossas dicas.

4 Dicas para encontrar emprego nas redes sociais

1. Aposta no perfil do LinkedIn

Esta dica pode parecer um pouco óbvia, mas a verdade é que muitas pessoas negligenciam o perfil do LinkedIn, depois de o criarem. Esta é a rede social profissional por excelência, e por isso, construir um perfil consistente e uma boa rede de contactos é importante.

Com mais de meio milhão de utilizadores, é a rede mais completa no sentido de permitir uma partilha a fundo de competências e conhecimentos. Completa o teu perfil de forma clara e atrativa, partilha conteúdos relevantes à área onde pretendes trabalhar e não deixes de consultar grupos e páginas de recrutamento.

2. Cria um perfil relevante em todas as redes

Além do LinkedIn, a importância da presença online relevante é consistente pode ser aplicada em muitas outras redes. Neste ponto, aconselhamos-te a ter um perfil profissional separado do pessoal. Pesquisa conteúdos e opinion makers da tua área, aqueles profissionais que influenciam.

Conforme for relevante em cada rede, constrói a descrição do seu percurso profissional. Podes falar de habilitações literárias, ações de formação ou voluntariado e ainda interesses pessoais. Esta é uma das principais vantagens de usar redes sociais na procura de emprego. É uma forma de tornar um processo altamente formal mais próximo. Para além disso, escolhe uma fotografia sorridente e positiva, e tem cuidado com erros e linguagem.

3. Sê proativo

É indispensável alimentar as redes sociais, ser ativo e proativo. Tenta sempre continuar a melhorar o teu perfil, de acordo com as últimas tendências das redes. Continua sempre a alargar redes de contactos e entra em discussões válidas e interessantes. Tira o máximo partido da proximidade das redes sociais.

4. Encontra o equilíbrio entre o profissional e o pessoal

Se bem que é aconselhável partilhar informações e interesses pessoais, é necessário encontrar o equilíbrio entre as duas vertentes. Torna-se numa questão de adaptação. À área, à oportunidade que procuras, à empresa ou empregador que queres impressionar.

Neste sentido, é bom saber quando é pertinente partilhar uma opinião referente a qualquer tema e que tipo de fotografias publicar, por exemplo. Jogando pelo seguro, mantém uma atitude positiva, não partilhes demasiado, nem partilhes nada menos bom ou mesmo difamatório sobre as tuas experiências anteriores.

 

Artigos sugeridos

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.

Comentários