Queres emigrar em 2020? Dicas úteis de sobrevivência

emigrar em 2020

Emigrar tem custos a nível pessoal, mas também envolve dificuldades e riscos que é preciso acautelar. Se a tua ideia para 2020 é emigrar, então toma nota das nossas dicas para embarcares numa aventura mais segura.

A decisão de emigrar está, na maior parte das vezes, relacionada com a procura de uma maior realização profissional e económica, acentuada pela crise dos últimos anos e pela decrescente oferta de emprego.

Contudo, a emigração comporta uma mudança radical de todas as áreas da vida: familiar, social, profissional, económica e psicológica. Por isso, antes de emigrar deves ter em conta alguns pontos essenciais para que tudo corra convenientemente.

Partilhamos algumas dicas que deves considerar antes de iniciares uma nova jornada.

Emigrar em 2020: 6 dicas úteis

1. Documentação

Além do bilhete de identidade ou cartão de cidadão devidamente atualizado, outros documentos podem ser requisitados.

No caso de viajares para países fora do espaço europeu, lembra-te que é fundamental possuir também um passaporte.

A carta de condução (podes precisar de uma licença internacional de condução), uma certidão de registo criminal, ou uma certidão de nascimento, podem ser igualmente necessários.

Como procurar emprego no LinkedIn

2. Cuidados de Saúde

É importante que, antes de viajar, confirmes se tens as vacinas em dia e que leves contigo o boletim de vacinas. Caso vás para África, lembra-te que será necessária vacinação para doenças específicas.

Se tencionas emigrar para um país da UE, do Espaço do Económico Europeu (EEE) ou para a Suíça, não te esqueças de pedir o Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD), que garante assistência médica em qualquer um dos países membros.

3. Alojamento

Deves procurar alojamento mesmo antes de te mudares. Estuda os preços, percebe se vale a pena alugar uma casa ou se o ideal é instalares-te num quarto. Lembra-te que o alojamento será, provavelmente, o teu maior gasto mensal.

Aconselhamos a não fechares nenhum contrato sem antes ver a casa, para evitar burlas. Espera até chegares ao país para fechares negócio.

4. Guarda algum dinheiro

É aconselhável que não embarques numa aventura destas sem um pequeno fundo de maneio, sobretudo se decidires emigrar sem ter trabalho garantido no país para onde vais. Lembra-te que o custo de vida na maioria dos países é mais elevado que em Portugal.

Se fores para um país fora da zona Euro, deves trocar de moeda com antecedência para evitar complicações.

5. Idioma e costumes

Outra questão a ter em conta é o idioma. Deves estar devidamente informado sobre quais os idiomas falados no país para onde pretendes ir. Em alguns casos, bastará o inglês, mas noutros podes ter que aprender outras línguas, como o francês ou o alemão.

4 Dicas para encontrar emprego nas redes sociais

Procura com antecedência dominar a língua do país de chegada e, se for necessário, faz um curso previamente.

Além disso, se vais morar e trabalhar num novo país, é importante conheceres os seus costumes, valores e cultura com mais pormenor. Tenta informar-te das leis do país que te vai receber, assim como do sistema de previdência social e dos contactos da embaixada portuguesa.

6. Emprego

O ideal seria emigrares já com uma oferta de emprego em mão. Se for o caso, informa-te bem sobre a empresa e sobre a proposta que te fazem, para perceberes se é realmente fidedigna e vantajosa.

Se estás a pensar procurar emprego somente depois de te instalares no país, prepara-te minimamente. Faz uso da internet para procurar ofertas de emprego na tua área de interesse. Há vários portais com informação sobre trabalho no estrangeiro e ofertas em aberto.

Se tens amigos ou conhecidos no país para o qual pretendes ir, informa-te junto deles se as empresas onde trabalham nesse país estão à procura de novos colaboradores ou se sabem de alguma empresa que esteja a recrutar.

Segue as nossas dicas e embarca numa aventura mais segura!

Artigos sugeridos

Sara Gonçalves

Comunicadora por natureza, tem três grandes paixões: as pessoas, a escrita e a música. Motivada pela ânsia de aprender sempre mais, é uma pessoa de desafios e acredita muito no lado bom da vida.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos