Importância da empatia no local de trabalho

importancia da empatia no local de trabalho

A importância da empatia no local de trabalho é sobejamente conhecida. Mas qual é o significado desta afirmação em termos reais e na rotina do dia-a-dia? Sabe mais.

A utilização do termo empatia é frequente, em termos pessoas e profissionais. Parece quase um dado adquirido reconhecer a importância das emoções e sentimentos do outro, e tentar compreendê-las. Contudo, é importante interpretar esta questão em termos reais.

De que forma é que a empatia pode ser aplicada no local de trabalho e porque é que é tão importante? De facto, lidar com emoções e pontos de vista diferente pode não ser uma habilidade assim tão simples para a maioria das pessoas. contudo, pode ser desenvolvida. Ter ou praticar empatia no trabalho é uma prática que contribui para uma rotina profissional saudável. Por conseguinte, contribui para a produtividade e resultados.

A importância da empatia no local de trabalho tem de ser reconhecida, não só em escritórios e empresas, mas também em espaços de coworking e momentos pontuais, como reuniões ou encontros de negócios.

Definir a importância da empatia no local de trabalho

Intrigas e mal-entendidos no local de trabalho geram situações bastante desconfortáveis e tensas. O que resulta em baixas na produtividades e problemas com resultados, assim como uma desmotivação altamente prejudicial.

Para evitar estas situações, aplicar empatia no dia-a-dia laboral torna-se fundamental. É uma característica fundamental para líderes e colaboradores, pelas seguintes razões:

  • Melhora o ambiente de trabalho;
  • Fortalece as relações profissionais;
  • Ajuda ao desenvolvimento de equipas de trabalho;
  • Melhora a comunicação interna, e por conseguinte a externa;
  • Contribui para a melhoria de resultados.

Como aplicar a empatia no dia-a-dia?

Sabe como desenvolver essa competência:

  • Sabe ouvir o outro – ouvir e escutar com todos os sentidos, porque há muita informação a ser transmitida na linguagem corporal;
  • Escolher bem as palavras- falar de uma forma coletiva e abrangente;
  • Ter argumentos assertivos e estar preparado para debater, não para atacar;
  • Ser moderado nas discussões, julgamentos e conversas;
  • Saber colocar-te no lugar do outro para realmente interpretar um problema.

Se queres desenvolver esta prática ou incluí-la no teu dia-a-dia, começa por examinar as tuas atitudes. Se costumas participar em trocas de informações acerca de outros colegas, se não tentas ajudar alguém em dificuldade, não estás a contribuir para uma comunicação empática eficaz.

Para contribuir para um ambiente mais saudável e benéfico para todos, consulta esta checklist de atitudes e comportamentos e mudar ou alterar. São a sugestão do Jobinice para um melhor ambiente na tua empresa:

  • Não fazer pré-julgamentos;
  • Evitar preconceitos;
  • Interagir com colegas de trabalho de forma amigável;
  • Ouvir a opinião de outras pessoas;
  • Evitar críticas desnecessárias;
  • Reforçar o autocontrolo.

 

Artigos sugeridos

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos