Greve dos motoristas: trabalhadores deixam de cumprir serviços mínimos

greve dos motoristas servicos minimos

O anúncio foi feito esta manhã por Pardal Henriques, porta-voz do SNMMP. O motoristas de matérias perigosas deixam de cumprir os serviços mínimos e requisição civil.

Os motoristas de matérias perigosas, representados pelo Sindicato Nacional, anunciaram, às primeiras horas da manhã desta quarta-feira, que a partir desse momento, os motoristas deixam de cumprir serviços mínimos e requisição civil.

Pardal Henriques, porta-voz e vice-presidente do SNMMP disse esta manhã, aos jornalistas, no centro de Aveiras de Cima, que os motoristas já não sairiam daquelas instalações estratégicas durante o dia de hoje.

Em Matosinhos, nas instalações da Petrogal, também se verifica a mesma situação. A decisão é um sinal de solidariedade para com os colegas em risco de serem detidos, pelo crime de desobediência civil, ao não cumprirem os serviços mínimos da requisição civil.

Trabalho freelancer: onde é que se ganha mais dinheiro?

Não cumprimento de serviços mínimos nem requisição civil

Os representantes do sindicato, pedem desculpas ao país pelos incómodos e problemas, mas insistem que o Governo tem de perceber a situação em que estes profissionais se encontram.

A decisão tomada pelo sindicato para incentivar os trabalhadores a parar de trabalhar, prende-se com o facto de já 11 trabalhadores terem sido notificados pelo crime de desobediência civil por não terem respeitado a requisição. Informações dadas pelo SNMMP.

O Sindicato criticou também o facto de estarem a ser postas em causa as condições em que vários motoristas requereram baixa médica. A partir desta manhã, os motoristas não vão sair dos centros logísticos de Lisboa, Norte, Alentejo e Algarve.

A associação patronal ANTRAM, acusa os motoristas de irresponsabilidade, e que a falta de cumprimento da requisição civil põe em causa hospitais e situações de emergência.

Outras notícias

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos