Guia para entrevista de emprego

Guia para entrevista de emprego

Se é um técnico de recrutamento e seleção, fazer um bom questionário na entrevista de emprego é uma forma de testar os candidatos e de identificar aqueles que estarão mais preparados para o desempenho da função. Fique com o nosso guia.

Para realizar uma boa entrevista de emprego deve considerar as exigências do lugar em questão e o perfil ideal de trabalhador, sem esquecer as perguntas mais comuns, mas sempre importantes em entrevista.

A entrevista de emprego é a principal ferramenta de seleção, um momento decisivo tanto para a empresa quanto para os candidatos. Muitos sabem que essa é a melhor oportunidade para conquistar o recrutador e a vaga, mas nem todos sabem que existem diferentes tipos de entrevistas de emprego.

Recrutamento online: vantagens e desvantagens

Guia para entrevista de emprego: os principais tipos de entrevista

Entrevista Estruturada

Como o próprio nome indica, é um tipo de entrevista previamente preparada. Existe um guião orientador por onde o entrevistador se rege para efetuar as suas questões. O guião mencionado costuma ser adaptado ao currículo em questão.

Entrevista Não Estruturada

Por norma não existe um guião específico de questões ou pode não existir uma ideia formada acerca do candidato ideal.

Entrevista Mista

Este tipo de entrevista agrupa os dois modelos anteriormente mencionados. Isto significa que poderá existir uma parte da entrevista estruturada, mas uma outra livre, sem qualquer predefinição das questões a realizar.

Pode-se dizer que a parte estruturada permitirá ao entrevistador, no fim das entrevistas de seleção, comparar candidatos a um nível geral de habilitações e qualificações. Por seu lado, a parte não estruturada da entrevista, permite que o entrevistador tenha uma perspetiva sobre as características específicas de cada candidato.

Talento ou competências: o que valorizar?

Exemplos de perguntas frequentemente colocadas numa entrevista de emprego

1. Pode falar um pouco sobre si?

Peça ao candidato para resumir a sua experiência profissional e para se caracterizar enquanto trabalhador. Com este pedido consegue começar a entrevista de uma forma mais informal e deixar o candidato mais à vontade para se exprimir.

2. O que o motivou a candidatar-se à vaga?

É importante saber se o candidato está à altura da função, mas também se ele tem motivação e como pensa realizar o seu trabalho. O recrutador que procura um candidato motivado e orientado a resultados tem maiores probabilidades de evitar uma má contratação.

3. Quais as suas três melhores qualidades que considera importantes para esta função?

Contextualize o candidato na tarefa que ele vai desempenhar e conheça um pouco mais sobre ele perguntando pelas suas qualidades.

4. Quais os seus três maiores defeitos?

Por outro lado, algumas características podem condicionar seriamente o desempenho da função. Trace uma lista de defeitos que os candidatos não devem ter para assumir a função e, descubra se um candidato apresenta algumas dessas características.

5. Por que razão o deveríamos contratar para esta vaga?

Nessa pergunta deve procurar por traços essenciais para o perfil de colaborador desejado, como a motivação, a autonomia, a flexibilidade, o espírito de grupo, a competência, entre outros.

6. Porque saiu do emprego anterior?

O objetivo é conhecer quais foram as razões que levaram o candidato a deixar seu último emprego e como aconteceu essa saída. Esta questão, permite conhecer melhor algumas situações como o trabalho que o candidato desempenhou anteriormente, a sua capacidade de integração num grupo de trabalho e forma como lida com o stress.

7. Fale-me de um dia em que tudo correu mal.

Isto é, não basta pedir ao candidato que descreva um mau dia; pergunte como lidou com a situação. Resolveu o problema ou culpa os outros? Tente perceber se há evidência de mecanismos à prova de bala para lidar com as dificuldades. Vai querer contratar alguém com flexibilidade para lidar com situações imprevisíveis e de incerteza – uma clara indicação de inteligência emocional.

8. Como trabalha sob pressão e com prazos limitados?

Peça ao candidato para exemplificar como ele lidou com a pressão e com o stress em experiências anteriores. Avalie se essa atuação está à altura do que é esperado na empresa e no trabalho em questão.

9. Quais são as suas metas profissionais em longo prazo?

É importante perceber qual a visão que o trabalhador tem para o seu futuro. Interessará contratar um colaborador com desejo de crescer e de progredir na carreira, que se enquadre no crescimento da empresa.

Artigos sugeridos

Isabel Valente

Com 8 anos de experiência na área de Recursos Humanos, gosta de pessoas e de trabalhar com as pessoas. Tem um enorme gosto pela gastronomia e adora o mar.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos