Lovys: a startup dos seguros à Netflix

lovys

A Lovys, criada pelo português João Cardoso, quer mudar a forma de fazer seguros. Um conceito sem período de fidelização mínima e de subscrição mensal, à la Netflix.

O conceito Lovys tem ideias portuguesas. Esta startup dedicada ao mundo dos seguros, foi criada por João Cardoso, e é uma seguradora 100% digital. A Lovys aplica um modelo de negócio que é conhecido em França como a “Netflix dos seguros”. Ou seja, o seguro funciona em subscrição mensal, que pode ser cancelada a qualquer momento, em vez do habitual período de fidelização.

Já não é a primeira aventura de João Cardoso nas startups de seguros. Previamente, abriu empresas no Brasil, também no mesmo setor.

Startups contribuíram em 1% para o PIB de 2018

O conceito da Lovys

A experiência típica de adquirir seguros, passa, normalmente por um processo longo e extenuante. Ao vasto conjunto de dados e documentos que têm de ser fornecidos, é também preciso assegurar um período de fidelização, habitualmente de um ano.

A Lovys, criada em 2017, pretende implementar um modelo diferente. Uma subscrição mensal, mas para a celebração de seguros, muito à semelhança do que a Netflix faz com séries, filmes e documentários.

Assim, há um serviço a ser fornecido, mas a fidelização e pagamento, são renovados de forma mensal. Tudo é cancelável, quando o cliente assim desejar. Esta subscrição permite também concentrar todas as apólices numa só mensalidade. Neste momento, a Lovys está apenas disponível em França, onde foi lançada.

Os clientes podem também personalizar a proteção pretendida, e podem inclusive proteger objetos específicos, como jóias ou peças de arte. Todo o processo é 100% digital e pode ser executado em poucos minutos.

A empresa recebe a definição de insurtech (uma empresa tecnológica, que opera na área dos seguros). Tem como objetivo para 2019, lançar quatro produtos próprios: seguro de carro, viagem, bicicleta e saúde para animais de estimação.

Com uma equipa de trabalho dividida entre Leiria e Paris, a startup está, para já, a desenvolver os seus produtos para o mercado francês. Estimam avançar com a expansão geográfica, durante o próximo ano e meio.

Outras notícias

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos