Mudar de emprego: prós e contras

mudar de emprego

Estamos num período de férias, reflexão e, possivelmente, de mudança. Vamos explorar os prós e contras de mudar de emprego, para que possas tomar a melhor decisão.

Estás a pensar em mudar o teu futuro profissional? Essa decisão implica uma mudança de emprego, mas estás com dúvidas? Este tipo de decisão deve ser tomada com todas as certezas possíveis.

Temos por isso, uma lista de prós e contras bastante útil, no momento de tomar uma decisão de alto calibre como esta. Mudar de emprego tem impacto em todas as áreas da nossa vida. Esta necessidade pode surgir porque há uma vontade de crescer a nível profissional, uma falta de satisfação com o atual cenário, por motivos financeiros, novas propostas de trabalho, entre outros…

É uma questão pessoal, onde devem ser pesadas as vantagens, assim como as desvantagens. É normal haver alguma resistência à mudança, o que contribui ainda mais para uma análise bem feita, nesse sentido.

Mudar de emprego depois dos 40 anos: é possível?

Os prós e os contras de mudar de emprego

Prós

  • Um novo desafio – um novo trabalho é um estímulo por si só. São novas funções para cumprir, novas pessoas para conhecer, novas propostas e objetivos;
  • Mudança de rotina;
  • Oportunidade de mudança de área;
  • Melhores condições – melhor salário e/ou mais benefícios, novos horários, novas regalias;
  • Acesso a novas competências profissionais – mudar de emprego é sempre uma lufada de ar fresco no que diz respeito à adoção e desenvolvimento de novas competências e conhecimentos.
  • Crescimento profissional com um possível aumento de responsabilidades.

Contras

  • (Re)começar de novo – esta questão pode ser vista por muitos como uma desvantagem, quer seja pela idade, por ter de se ambientar a um novo local de trabalho e novos colegas, etc;
  • Futuro desconhecido – mudar de emprego é sempre um risco, e nada pode garantir que vai tudo correr bem;
  • Instabilidade financeira temporária – mudar de emprego pode também implicar uma mudança de cidade ou de casa, o salário inicial pode não ser o melhor, etc;
  • Perda de benefícios do emprego anterior.

Estas listas são apenas uma base daqui que deverá ser a tua reflexão acerca da mudança de emprego. Ainda assim, como se pode perceber, muitos destes tópicos são o contraponto um do outro.

A tua decisão deve ser tua, em primeiro lugar. Mantém a calma e observa, reflete e decide acerca do que é melhor para ti e para o teu futuro. Vais, com certeza, tomar a decisão mais acertada.

Aqui no Jobinice, queremos acompanhar-te e ajudar-te a tomar as melhores decisões da tua vida profissional. Acompanha o nosso blog e consulta a nossa página de ofertas de emprego, atualizada diariamente.

Qual é o melhor mês para procurar emprego? Explicamos tudo

Artigos sugeridos

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos