Multitasking: uma tendência a morrer?

Multitasking consiste na capacidade de realizar mais que uma tarefa ao mesmo tempo. Se anteriormente, esta tendência era valorizada, atualmente a realidade poderá não ser a mesma.

Durante muito tempo, o multitasking foi associado à capacidade de concentração, à responsabilidade e à pró-atividade. Mas será que é mesmo assim?

Estudos comprovam que fazer várias coisas ao mesmo tempo reduz a produtividade, já que gastamos tempo a concentrar-nos novamente entre uma tarefa e outra. Como não nos focamos realmente numa tarefa, não nos dedicamos tanto como poderíamos dedicar. Assim, torna-se mais difícil realizar um bom trabalho. Mais ainda, o tempo que gastamos a transitar de uma tarefa para outra (e a concentrar nela), está a ser perdido.

When I was at Google, I attended lots of meetings in which (…) juggling several tasks at once seemed like a good idea.

It wasn’t.

Douglas Merrill, citado pela Forbes

O Multitasking é uma ilusão?

Ao concluirmos pequenas coisas, como enviar um e-mail ou responder a uma mensagem no Facebook, ficamos com a ideia de que cumprimos várias tarefas. No fim do dia, temos a perceção de que fizemos muitas coisas. Mas na verdade estas pequenas ações não eram relevantes para o momento. É muito mais produtivo responder a todos os e-mails do dia da uma vez só, por exemplo.

Multitasking compromete a memória

Ao mudarmos frequentemente de tarefa, não lhes prestamos atenção total. Por conseguinte, facilmente nos esquecemos dos detalhes ou de pormenores importantes. Isso acabará por comprometer o nosso trabalho a longo prazo, já que não estamos realmente “por dentro” daquilo que estamos a fazer.

Multitasking reduz o poder de decisão

“Devo fazer já isto ou será melhor começar por aquilo?”. Quando queremos fazer tudo ao mesmo tempo, torna-se difícil priorizar. Ao fazermos multitasking, enchemo-nos destes pequenos dilemas. O stress que eles nos causam pode ser tão grande como o stress causado por grandes decisões. Tantas indecisões poderão deixar-nos mentalmente exaustos.

 

Artigos sugeridos

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos