Rendimentos: Portugal é uma dos países mais desiguais da UE

rendimentos desiguais portugal

Portugal está em sexto lugar, na lista de países da União Europeia com mais desigualdades nos rendimentos. Os dados de 2018 foram divulgados pelo Eurostat.

Apesar de uma ligeira melhoria relativamente a anos anteriores, Portugal ainda regista uma das maiores desigualdades a nível dos rendimentos, dentro da União Europeia. A taxa nacional está em sexto lugar, a seguir à Bulgária, Roménia, Letónia, Espanha e Grécia.

A diferença entre os que têm mais e menos rendimentos baixou, em 2018, para 5,22 pontos. Em 2017, estava nos 5,7. Os dados foram divulgados pelo gabinete de estatística da UE, o Eurostat. Têm por base 20% dos rendimentos mais altos e a mesma percentagem dos mais baixos, da população.

Lidl criou quase 14 mil empregos no Norte do país

Índice de rendimentos europeu

A maior desigualdade regista-se na Bulgária, com 7,66 pontos, seguida da Roménia, com 7,2, Letónia (6,8), Espanha (6,03) e Grécia (5,5). Supõe-se que Portugal continue assim acima da média comunitária, apesar de o eurostat ainda não ter divulgado a média da União.

Oa países mais justos em termos de rendimentos em 2018 foram a República Checa e Eslovénia (3,4), Finlândia e Eslováquia (3,5) e Bélgica (3,8).

Ainda relativamente a Portugal, no ano passado, as desigualdades foram maiores no caso dos homens (5,29) do que nas mulheres (5,15).

Outras notícias

Júlia Rocha

Gestora e criadora de conteúdos para marcas, com paixão por grandes histórias. Nunca sai de casa sem papel e caneta, e adora longas viagens.

Este artigo foi útil? Partilha com os teus amigos